JBN Guardanapos Especiais

Etiqueta

Os quatro passos para se comer Lagosta

Quantas vezes ficamos encantados em ver um belíssimo prato de lagosta desfilando por meio do salão e indo parar na mesa ao lado?. E quantas vezes você não fez o mesmo pedido por puro medo de não saber comê-lo? A consultora de etiqueta Ligia Marques fez um roteiro para lhe auxiliar nessa aparente árdua, mas prazerosa tarefa.

os quatro passos de se comer lagosta

Primeiramente comer lagosta faz muita sujeita, mesmo, é normal. Para isso, é comum utilizar de um pequeno avental ou até mesmo mais um guardanapo à mesa. Uma boa solução é o babador idealizado para situações como essa, evitando acidentes e desconfortos desnecessários.

Para Ligia Marques, a fama de chique que o prato adquiriu ao longo dos anos não tem nada haver com a forma  com que ele deve ser saboreado – com a ajuda das mãos. Assim como o potinho que é servido após a refeição não é para beber, mas sim para lavar os dedos, sujos e engordurados. O pote traz água morna com limão, hortelã ou pétalas de rosas.

 

Os quatro passos para se comer Lagosta

1º Passo: Reconheça a mesa
A mesa que está preparada para receber uma lagosta possui um alicate de cozinha pequeno próximo ao prato, que será útil para quebrar as articulações do crustáceo. Também está lá um aventa, guardanapo ou um babador – além do que provavelmente está acima do prato – que deve ser colocado no pescoço. Por perto, também deve existir uma molheira pequena cheia de água de lavanda, com uma folha de hortelã ou de limão, que deverá ser usada apenas no final da refeição para limpar a ponta dos dedos.

Atenção: para que o comensal não confunda essa água com um molho de acompanhamento, alguns locais optam por trazê-la depois que a lagosta for degustada.


2º Passo: Retire a lagosta com cuidado
Se a iguaria vier em um prato no centro da mesa para ser degustada por mais de uma pessoa, é preciso tirar uma parte dela e levá-la ao prato. Para cortar, use o alicate, que deve ser acionado nas articulações da lagosta. Use-o sempre para quebrar a casca, mas prefira o garfo para tirar a carne e saboreá-la. A regra é: corte com o alicate, coma com o garfo.

Atenção: não use o alicate para levar a carne da lagosta à boca. Além de não adequado, também pode machucar.


3º Passo: Acompanhamentos
A lagosta é usada para diversos pratos e, por isso, pode vir com inúmeros acompanhamentos. A forma mais tradicional chega à mesa com um molho especial, que deve ser delicadamente colocado sobre a carne do crustáceo quando ela já estiver sem casca e em seu prato. Não exagere no molho para não modificar o sabor da carne. Saladas, purês e batatas também costumam acompanhar a iguaria.

Atenção: peça sempre vinho branco para acompanhar.
l

4º Passo: Lave os dedos
Lavar os dedos depois que o prato é retirado da mesa – ou até mesmo um pouco antes – deve chegar à mesa um pote com um molho de lavanda, caso ele ainda não esteja lá. A pessoa deve mergulhar as pontas dos dedos, com as duas mãos juntas, no potinho e enxugar no guardanapo.

Atenção: para evitar gafes, pergunte sempre se aquele é o potinho de lavanda mesmo.

Fonte: Pratique Etiqueta

Autor:
Categorias Etiqueta

Quatro dicas para se Organizar um Jantar com sucesso!

Em todo jantar requintado exige de nós muita organização, coordenação e até certa dose de autocontrole. Nunca deixe de agendar e planejar tudo, porque o resultado pode ser desastroso se fizer do modo “a la brésilienne” deixando tudo para na última hora!

quatro dicas para se organizar um jantar com sucesso

Pontualidade é fundamental
A tolerância para o atraso de um convidado é de 30 minutos. Já o anfitrião não pode atrasar de jeito algum! Isso deixaria os convidados pontuais em uma situação desconfortável.  Portanto, na hora marcada, você já deve estar pronto e com tudo arrumado.

Petiscos e Bebidas
Ao chegar os primeiros convidados você pode começar a servir drinks e espalhar petisqueiras, ajudando a descontrair e a aproximá-los entre si. Quanto à bebida, sirva whiskie escocês, e para pessoas mais jovens e/ou pessoas que não bebam álcool, sirva refrigerantes, sucos, etc.

Presença de animais
Nem todas as pessoas se sentem a vontade em ser cheirados ou lambidos por animais. Isso sem falar daquelas que possuem medo. Evite situações constrangedoras, como exemplo o animal pular e sujar a roupa do convidado, ou deixar sua roupa repleta de pêlos e nota zero para os donos dos cães que dizem “Pode entrar, esse pitbull é manso!”.

Servindo o Jantar
Demorar em servir o jantar com o pretexto de prolongar a festa, definitivamente não é uma boa estratégia. Passar do horário pode comprometer o apetite dos convidados que já se serviram demasiadamente de salgadinhos e bebidas, alterando e até mesmo comprometendo seu estado etílico – o que pode ser desastroso.  Para que seus convidados não saiam logo após o jantar, evite fazer jantar durante a semana, como por exemplo, em plena segunda-feira.  Procure ficar atento a esses detalhes e outros que possam desagradar o convidado.

A hora mais apropriada para servir o jantar é aproximadamente uma hora depois do horário marcado para a chegada, ou até uma hora e meia depois.

Fonte: Portal São Francisco

Autor:
Categorias Dicas, Etiqueta

Etiqueta a mesa, Guardanapo e Mancha de Batom

A primeira coisa a fazer ao se sentar é colocar o guardanapo no colo. Ele deve ficar dobrado na horizontal pelos vincos.
Sempre que for levar o copo à boca, passe antes o guardanapo. Alguns restaurantes optam em oferecer nosso guardanapo desenhado especialmente com a finalidade e remover o excesso de batom antes de utilizar o maior. Deve ser mantido no colo dentro do guardanapo maior. No fim, nunca o deixe dentro do prato, e sim sobre a toalha, à esquerda do prato.

etiqueta a mesa guardanapo e mancha de batom

Caso você precise se levantar durante a refeição, coloque-o sobre a toalha, à esquerda do prato, sem dobrar. Quando terminar de comer, faça o mesmo.  Se cair no chão em um restaurante, é melhor esperar que o garçom se aproxime e fazer um sinal mostrando o guardanapo caído. Ele deve apanhá-lo e trocar por outro. Você só agradece. Na casa de amigos, cada um recolhe o seu e o recoloca sobre as pernas.

Fonte: Tripod

Autor:
Categorias Destaque, Etiqueta